Parkinson na terceira idade

Como saber se a pessoa têm a Doença de Parkinson?

A vida de quem tem a doença de Parkinson consiste num aumento crescente dos tremores, maior lentidão de movimentos, caminhar com dificuldades e postura com o corpo inclinada para frente. A Doença de Parkinson é bem conhecida pelas mãos tremendo, mas deve fazer a consulta do médico para ter certeza. O tremor afeta, os dedos ou as mãos, mas pode também passar para outras partes do corpo. Com o tempo o idoso começa depender muito de pessoas para viver uma vida mais tranquila, com o auxilio de locomoção, ajuda psicológica e tarefas do cotidiano.

A vida da pessoa idosa com essa doença começa por uma depressão, pois o cérebro começa ter reações involuntárias causando transtorno. Assim, é possível receber um tratamento de médico especializado, porém necessita de toda ajuda física em casa. O excesso de medicamentos sem prescrição médica, podem ser um dos fatores. As primeiras manifestações quando ocorrerem aos idosos, é consultar o médico, antes de tomar qualquer ação. 

Os principais sinais da Doença de Parkinson, são:

  • Perda de equilíbrio e quedas frequentes;
  • Dificuldades extremas de se movimentar;
  • Frequência de mãos e dedos tremendo.

Diagnóstico e tratamento

O diagnóstico pode ser passado pelo médico, dependendo do nível da doença, pode ser controlado. Apesar de ser uma doença sem cura, há meios de tratar com terapias permitindo levar a vida adiante. Seguindo a sugestão do(a) médico(a) é possível levar uma vida normal. Enfim, deve lembrar que é uma doença muito perigosa e pode piorar em caso de levar a vida sem os cuidados necessários.

Mesmo com esses sinais, não significa que a pessoa pode estar com a Doença de Parkinson, deve ir consultar um especialista. Caso você que esteja cuidando da idosa ou idoso, deve pensar que eles não poderão ficar sozinhos em casa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.