Depressão na terceira idade, o que fazer?

A depressão na terceira idade é um problema que tem acontecido muito durante a pandemia. Os maiores motivos são por exemplo: distanciamento social, abandono por parentes, necessidade de ajuda, entre outros problemas.

A depressão no Brasil é resumida em alguns sintomas básicos. Preocupação excessiva, transtorno mental ou síndrome do pânico, mas também por falta de sair ver pessoas, ver a vida positivamente e com bom humor.

O que fazer para previnir a Depressão em Idosos

Manter uma rotina saudável colocando tarefas programadas com horários e dias certos. É como se fosse um dia a dia de trabalho. Importante que eles passem a se adaptarem e com o tempo vão se sentirem mais produtivos, assim trazendo bem estar para o corpo. Essa rotina deve ter uma ajuda externa para direcionar e lembrar de todos os dias.

Segundo a OMS o número de pessoas com depressão aumentou demais nos últimos 10 anos. Entretanto cerca de 300 milhões de indivíduos convive com a doença. Seus sintomas na maior parte dos casos fobia de sair na rua, muita ansiedade, tonturas e até dor de cabeça.

A ansiedade, costuma aparecer durante a qualidade de vida, como está levando ela no cotidiano. O que você precisa fazer para melhorar. Quando os sintomas chegam no extremo é possível atingir o nível de síndrome do pânico. Afinal, o isolamento social é uma proteção contra o Corona Vírus.

Os cuidadores de idosos da Yano, são treinados para atender as necessidades dos assistidos. Por isso, encontre a melhor opção de rotina falando com nossas atendentes.

ENTRE EM CONTATO E TIRE SUAS DÚVIDAS

Conheça outros serviços!

Acompanhamento Hospitalar

Para os momentos em que os idosos com mais de 60 anos precisam de atenção e conforto no hospital, a Yano também oferece o serviço de acompanhante. Ele ficará 100% dedicado aos principais cuidados do idoso, com um atendimento personalizado e humanizado. Além disso, o acompanhante também realiza um relatório diário para a família, dos cuidados que foram necessários e dos procedimentos médicos praticados naquele dia. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *