As pessoas maiores de 60 anos possui o direito a um acompanhante durante todo o período em que estiver internado ou em observação, com o suporte legal do Estatuto do Idoso e da Portaria do Ministério da Saúde.

O acompanhante hospitalar contribui para a verificação da qualidade do tratamento dispensado à pessoa idosa, assim como o auxílio, desde o incentivo a ingestão da alimentação e líquidos; o cuidado com a hidratação da pele e a mudança de decúbito, caso a pessoa necessite; conversa e companhia; em casos de risco de quedas, o acompanhante auxilia a ida ao banheiro e a higiene; auxílio para emergências, ou seja, proporcionando melhor controle do quadro clínico da pessoa.

Além de realizar um relatório diário para a família estar ciente dos procedimentos ocorridos, caso não possam estar presentes. Assim, o acompanhante torna a comunicação com a família direta e informativa sobre procedimentos, ocorrências e comunicar autorizações necessárias.

Dúvidas frequentes

A negociação pode ser realizada por telefone, porém a oficialização da contratação deste serviço é realizada por e-mail. A Yano Cuidadores se responsabiliza, uma vez contratada, em providenciar o acompanhamento ao hospital.

A família é responsável pela alimentação do cuidador. Nos casos de internação é comum que o hospital forneça alimentação para até 1 acompanhante, caso haja a presença de mais familiares além do cuidador é responsabilidade da família providenciar a alimentação deste.

Na ausência de familiares, o Cuidador tem a responsabilidade de conversar com a equipe médica e assegurar que os devidos procedimentos estejam sendo cumpridos. Também faz parte de seu trabalho gerar relatórios com as observações da equipe médica e repassá-los aos familiares.

Nenhum tipo de procedimento invasivo pode ser autorizado pelo Cuidador. Em casos extremos o Cuidador avisará os familiares e estes então decidirão.

Tenho interesse

Urgência? Ligue agora e veja a disponibilidade (11) 2759-2234

Whatsapp: (11) 94717-0990